VIE 28 DE ENERO DE 2022 - 01:48hs.
Paula González Acosta, Gerente de Vendas da Slotegrator

“Brasil é um sonho tornado realidade para operadoras de apostas que querem se expandir na LATAM”

Em entrevista exclusiva ao GMB, Paula González Acosta, Gerente de Vendas da Slotegrator, antecipa os principais temas do webinar “Os Quatro Grandes na América Latina: Oportunidades de iGaming na Argentina, Brasil, Colômbia e Peru” que o provedor de software de cassino online organiza amanhã (quarta-feira, 1º) às 11h (horário de Brasília). Especialista em cassino online e plataformas de jogos de azar, ela afirma: “Dentro de uma estrutura regulatória e tributária adequada, um mercado de jogos licenciados no Brasil poderia chegar a R$ 2,389 bilhões em ganhos brutos até 2024”, diz González.

GMB - Por que um webinar específico sobre iGaming na América Latina se concentra no Brasil, Argentina, Peru e Colômbia?
Paula González Acosta-
Em primeiro lugar, a América Latina é uma região com grande potencial. Parte desse rápido crescimento na América Latina foi impulsionado por saltos na tecnologia, com os jogos móveis se tornando uma realidade cada vez maior e cada vez mais acessível. Em segundo lugar, devido à pandemia, as apostas online cresceram e a concorrência no mercado aumentou da mesma forma. A H2 Gambling Capital prevê que as receitas globais de iGaming vão subir acima de US$ 117 bilhões em cinco anos. Basta comparar com os números de 2018, quando a receita atingiu apenas US$ 58 bilhões. O foco na América Latina se baseia no tamanho da economia, no que diz respeito à população, e na situação atual da regulamentação, que varia por país.

Por exemplo, a Argentina é o quarto maior país da América Latina, com quase 45 milhões e a segunda maior economia. Os jogos de azar são regulamentados em cada província e as operadoras só podem oferecer seus serviços aos residentes de sua província. Naquelas que optam por regulamentar, os operadores estão autorizados a apresentar praticamente todas as formas de jogos de azar. Os jogos online do país e o setor de apostas irão gerar US$ 2,4 bilhões em receitas anuais.

Não há regulamentação de jogos de azar no Brasil, mas todo o mercado está esperando por isso. Assim que entrarem em vigor, o Brasil terá o maior mercado de apostas esportivas online e terrestres do continente. Com uma população de mais de 200 milhões (cerca de 63% dos quais têm acesso à tecnologia móvel) e uma paixão nacional por esportes - especialmente futebol - o Brasil é um sonho tornado realidade para as operadoras de apostas esportivas que desejam se expandir para a América do Sul.

O Peru regulamenta os cassinos e caça-níqueis, mas não regulamenta loterias, corridas ou apostas esportivas. Os jogos de azar online também não é regulamentado, o que significa que, embora as autoridades não emitam licenças, também não proíbem os operadores de oferecer jogos de cassino online ou apostas esportivas. O governo também anunciou a intenção de regulamentar o setor de jogos de azar online. Esse é também o mercado que estamos de olho.

A Colômbia se tornou o primeiro país da América Latina a regulamentar os jogos de azar online em 2016, e o mercado de jogos e apostas tem crescido continuamente desde o início do licenciamento em 2017. Desde então, eles viram todos os benefícios de um mercado regulamentado. As contribuições de jogos e apostas para o tesouro nacional aumentaram para US$ 19,6 milhões em 2019, um aumento de 106% em relação ao ano anterior. O NGR total do mercado (receita líquida de jogos) foi estimado em US$ 200 milhões em 2020.

Existem muitas diferenças entre as direções que cada país está tomando?
Sim, existem países com mercados não regulamentados e mercados totalmente regulamentados. Mas todos os países latino-americanos percebem que a regulamentação é o caminho para aqueles que ainda não têm nenhuma regulamentação e para aqueles que já a têm. Existem alterações no modelo de licenciamento (licença aberta vs. regime de concessão) e na tributação. Por exemplo, no Brasil ainda não está claro com qual tipo de sistema eles trabalharão; especialistas de mercado recomendam a estrutura de licenciamento aberta. A cidade de Buenos Aires já possui um sistema de concessão e licitou todas as sete licenças. A regulamentação deve levar em consideração o estado atual do país e qual modelo é o mais viável para atrair investidores estrangeiros e apoiar a economia.

A Colômbia tem se destacado na vertical de jogos online. Pode ser um exemplo para outros países da região?
Na verdade, é um exemplo para toda a região. A Colômbia desenvolveu seus regulamentos estudando diferentes regulamentos europeus e adaptando-os às necessidades do país. A abertura do regulador local Coljuegos, um conjunto claro de regras para entrar no mercado, a estabilidade geral dos atuais regramentos regulatórios, bancários, fiscais e de investimento para os investidores estrangeiros - são os principais fatores que permitem o crescimento exponencial da indústria de jogos de azar da Colômbia.

A Colômbia é um dos maiores mercados do continente. Com uma população de mais de 50 milhões, a quarta maior economia do continente, uma taxa de penetração móvel de aproximadamente 56% e uma paixão nacional bem documentada pelo futebol, a Colômbia apresenta uma enorme oportunidade para negócios de jogos de azar online - especialmente apostas esportivas online.

 

 

Como os órgãos reguladores estão se comportando nos países sobre os quais você vai falar no webinar?
Como já mencionamos, o órgão regulador colombiano é aberto e acolhedor. No Brasil, ainda não existe um órgão regulador. Hoje, o órgão nomeado são os assessores jurídicos do Ministério da Economia; no entanto, não há um definido. No Peru, é a Direção Geral de Jogos de Cassino e Caça-Níqueis. Em primeiro lugar, tem trabalhado muito para mudar a imagem negativa que a indústria do jogo tem no Peru, que atualmente consegue erradicar o jogo ilegal em terra. Além disso, eles prepararam um rascunho de um novo projeto de lei para regulamentar o jogo online que será apresentado ao Congresso. Na Argentina, varia de acordo com a jurisdição; no entanto, eles estão trabalhando para obter licenças de concessão para essas províncias regulamentadas.

Entre os quatro países que você cobrirá no webinar, qual você acredita que segue o melhor caminho para a maturidade?
O mercado colombiano é o primeiro regulado que viu os resultados da regulação com um órgão regulador aberto. Um ambiente regulatório amigável garante as operações durante a pandemia, pois impacta diretamente a receita do setor de saúde, o que tem mostrado a prioridade do setor para o governo.

Os canais online estão registrando um crescimento constante ano a ano. No geral, ele fornece um ambiente seguro e estável com mais potencial para explorar - a receita tributária de jogos de azar online cresceu 106,3% de 2018 a 2019.

Como você vê o crescimento do mercado brasileiro apesar de não ter regulamentações definidas? O que você imagina para o Brasil quando a regulamentação for implementada?
O crescimento da atividade ilegal mostra o potencial geral do país. Ao mesmo tempo, mostra quanto dinheiro o governo está perdendo por não ter um mercado regulado. Essas receitas poderiam financiar setores-chave do país, já que a Colômbia trabalha com o setor de saúde pública. Dentro de uma estrutura regulatória e tributária adequada, um mercado de jogo licenciado poderia equivaler a R$ 2,389 bilhões em ganhos brutos até 2024.

Como a empresa pode ajudar as operadoras a ter sucesso neste mercado em rápido crescimento? Quais serviços o Slotegrator oferece?
A Slotegrator oferece uma solução pronta para uso, conteúdo de jogo, gateway de pagamento e serviços de consultoria para diferentes jurisdições. Estamos ansiosos para apoiar as operadoras locais e estrangeiras na região, oferecendo nossos produtos e serviços. Por exemplo, os serviços de consultoria jurisdicional podem ajudar os participantes atuais do mercado de outros países e os recém-chegados da indústria a escolher o mercado certo e a estrutura de negócios e adquirir uma licença. Com nossa experiência e tecnologia, podemos ajudar as operadoras a oferecer um amplo portfólio de jogos que atenderá às preferências dos jogadores. É possível ter um conteúdo de jogo variado que inclui slots tradicionais, jogos ao vivo, videobingo e esportes virtuais em uma solução. Temos o prazer de oferecer diferentes sistemas de pagamento com base em nossa experiência de mercado; a localização é vital e as operadoras precisam fornecer aos jogadores os métodos de pagamento disponíveis e preferidos. É fundamental falar a mesma língua com o mercado, e sabemos como.

Os interessados ​​em participar do webinar podem fazer sua inscrição aqui.

Fonte: Exclusivo GMB