SÁB 23 DE OCTUBRE DE 2021 - 20:59hs.
Para o governo

Federação Italiana de Futebol exige suspensão da proibição de patrocínio de jogos de azar

A Federação Italiana de Futebol (FIGC) pediu ao governo do país a suspensão da proibição do patrocínio de jogos de azar no futebol, a fim de ajudar o esporte a se recuperar financeiramente da pandemia de covid-19. A Itália implementou uma proibição total de todas as formas de anúncios de jogos de azar no país em janeiro de 2019, embora os negócios em vigor antes dessa data pudessem ser cumpridos.

No entanto, a FIGC escreveu ao governo pedindo que a proibição seja temporariamente suspensa e permita o patrocínio de jogos de azar no futebol para que mais dinheiro flua para o esporte após a pandemia de covid-19.

A FIGC propôs que a proibição fosse suspensa por um mínimo de dois anos, potencialmente até junho de 2023, para permitir que o setor se recupere adequadamente da pandemia.

As propostas também incluem a criação de um novo “Fundo de Poupança Futebol”, em que 1% de todas as apostas feitas em esportes na Itália - tanto online quanto no varejo - sejam enviadas para um fundo nacional, que, administrado pelo FIGC, seria usado para financiar projetos de futebol em todo o país.

"Nós estamos num cruzamento; temos de agir com celeridade para evitar que a crise do futebol profissional obrigue os clubes a bloquearem a sua atividade, pondo de joelhos todo o setor esportivo, as empresas dos 12 setores de produtos a ele ligados e todo o sistema nacional, com um indesejável decréscimo de contribuições fiscais diretas e indiretas," disse o presidente da FIGC, Gabriele Gravina.

Não pedimos alívio ao governo, mas reconhecemos a importância socioeconômica que o futebol tem através da adoção de algumas medidas urgentes para aliviar os clubes da crise gerada pela covid-19. O futebol pode desempenhar um papel decisivo na recuperação geral da Itália”, acrescentou Gravina.

Embora a proibição impeça as marcas na Itália de fazer parceria com clubes, vários clubes italianos fecharam acordos com foco em outros mercados. Mais recentemente, a Premier Bet fechou um acordo para servir como parceiro oficial de apostas do AC Milan na África.

Fonte: iGB